um blog de inspirações e expirações

17.9.13

versão americana x versão sueca


Sim, é favoritismo sim. Imagem: Ambrosia

Sinopse da versão americana (Fimow):A história gira em torno do desaparecimento de uma herdeira, mistério de anos ainda não resolvido que um jornalista (Craig) e uma jovem hacker (Mara) decidem encarar, encontrando muita corrupção pessoal e corporativa pelo caminho.
Sinopse da versão sueca (Filmow):Aos 16 anos de idade, a garota Harriet Vanger desapareceu sem deixar rasto, em 29 de setembro de 1966. Quase quarenta anos depois, um jornalista com o nome de Mikael Blomqvist( Michael Nyqvist)recebe uma missão incomum. Ele é requerido pela indústria líder Henrik Vanger, que quer que ele escreva a história da família Vanger. A crônica da família é apenas uma tampa para a atribuição real: para saber sobre o que realmente aconteceu com a Harriet. (cont.)...


A trilogia Millenium, de Stieg Larsson, é uma das minhas favoritas por razões de Lisbeth Salander, hahaha. Ela reúne duas coisas que eu gosto muito: tatuagens e computador, além de uma coragem absurda de viver. Eu gosto dos livros do Stieg por outra razão também: a linguagem dele me interessa, o tema me interessa, o desenrolar da historia me interessa. É simplesmente um caso de santos que bateram. 

Os livros ganharam adaptações sueca e americana para o cinema. A trilogia é originalmente sueca, isso deve ter sido um facilitador para os filmes suecos: foram lançadas 3 adaptações para os 3 livros, mas eu só assisti o primeiro deles. Para a minha tristeza, só o primeiro livro foi adaptado pelos americanos. Mas esse único filme é o meu favorito, e para meus olhinhos, melhor que o sueco. Sem contar a abertura - desculpem a palavra - fodida de linda, maravilhosa, com um cover de Immigrant Song, de Led Zeppelin <33

Lisbeth interpretada por Rooney Mara. Imagens de: Passarelas do Rock - Alucine - Write on the water

Os Homens Que Não Amavam As Mulheres (A Girl With The Dragon TattooMän Som Hatar Kvinnor (2009)) foi o nome que deram para o filme aqui no Brasil e, olha, foram muito poucas as vezes que eu gostei mais do nome “dublado”. A versão americana é de 2011, e eu assisti em fevereiro de 2012 nos cinemas. Não conhecia a trilogia, nem tinha os livros ainda: foi o meu primeiro contato e o resultado é que fiquei apaixonada. Depois, pesquisando, descobri os livros e os filmes suecos. Como boa aspirante a hipster, decidi que ia assisti-los também. 

Eu assisti ao primeiro filme sueco (equivalente à adaptação americana) e não gostei taaaanto assim. E olha que eu sou metida a hipster, hahaha. Achei "mais fraco" porque sou chata ou talvez porque eu tenha ficado enfeitiçada com a versão americana. Talvez porque a Lisbeth sueca não se encaixou muito na minha ideia de Lisbeth Salander (sabe aquela coisa da descrição de personagens?). A atriz sueca se encaixa na descrição, mas quando você vê a Rooney Mara caracterizada não tem como não achar que ela combina melhor. Pois bem, sou team Rooney, haha. Acho que o principal fator de eu ter preferido a versão americana é que ela foi melhor feita: maquiagem melhor, fotografia melhor, caracterização melhor. Enfim, talvez seja uma questão de mais dinheiro mesmo.

Lisbeth interpretada por Noomi Rapace. Imagens: Aceshowbiz - Almostwritten - fanpop


A versão sueca também modificou o final da historia e isso me deixa louca da vida. Juro para vocês, acho que eu tenho TOC, mas eu apenas não posso aceitar que sigam a trama perfeitamente durante todo o filme o no finalzinho-inho, inventem de mudar. No way, é demais para mim, haha. Mas longe de mim dizer que é uma versão ruim: ambas são maravilhosas, mas minha favorita é a americana.

Só teve uma coisa que eu gostei mais na versão sueca: o Mikael. O Mikael sueco é mais humano, mais bondoso, ele se importa mais. O Mikael americano é completamente bondzado, haha.

Vocês conhecem a trilogia Millenium? Já viram os filmes? Gostam?

21 comentários:

  1. Pois você acredita que a minha preferida é a da Noomi Rapace? haha Até hoje sou fã da atriz por causa do papel...não sei se porque foi a primeira personificação que tive com a personagem que tanto me encantou (tem como não ama-la?) nos livros mas mesmo sabendo que a versão americana é muito superior em termos de produção, eu ainda gosto mais das versões suecas. ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Minha mãe tem esse filme, acredito que o da versão Sueca, aqui em casa e eu nunca me interessei em ver... Até hoje! haha Vou assistir nesse fim de semana, sem falta e volto pra dizer o que eu achei. Vou ver o que tenho aqui mesmo e depois compro a outra versão, se eu gostar do filme.

    denovomaisumavez.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Gabi, só vi a versão americana, mas morro de vontade de ver os filmes suecos! Ainda vou assistir...

    Ah, e te mandei aquele banner que você comentou lá no blog por e-mail. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Camila,
      recebi o email, obrigada por enviar ;))

      Excluir
  4. Olá moça, vi também só a versão Americana, quero ver a Sueca agora.

    Bjus

    José Agenor

    Fan page:https://www.facebook.com/BlogdoJoseAgenor?ref=ts&fref=ts

    Blog: http://www.blogdojoseagenor.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi maravilhas sobre esse filme, mas ainda não vi D:
    Depois desse post, com certeza, vou ver :DD

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Sou super curiosa pra ler/ assistir! Mas tem um problema: tenho a mania de querer ler os livros antes de me aventurar pelos filmes, e geralmente mantenho essa premissa. Bobeira minha, mas quero primeiro ter a interpretação original pra depois ver a adaptação. De qualquer forma, mesmo não tendo lido/ assistido, já sou totalmente fascinada pela Lisbeth simplesmente pelas descrições que vejo dela em blogs ou tumblrs. Ela parece ser uma moça chutadora de bundas, então acho maneiro. Me arrependo de não ter comprado a trilogia dos livros quando ficou em promoção no Submarino, bah!
    Beijo, Gabi!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Assisti apenas a versão sueca dos dois primeiros filmes e gosto muito da Noomi Rapace, tenho que assistir a versão americana para opinar e claro comprar os livros para opinar melhor!
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabi, tudo bem?
    Eu leio seu blog já faz um tempo, mas nunca comento porque fico sem jeito ^^
    Eu estou querendo montar um blog. Já tive diversos, mas nenhum foi pra frente. Por isso eu estou planejando tudo antes de criar um novo, eu quero que esse dure bastante e dê certo. Eu queria umas dicas suas, de como organizar, sobre o que escrever e, principalmente, o nome do blog. Tive duas ideias e não consigo escolher entre as duas. Você pode me ajudar?

    Obrigada e parabéns pelo blog.
    natioliveira28@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Já me falaram tanto sobre os livros e os filmes, e nem sei exatamente o motivo de ainda não ter assistido. Mas depois do post e de tanta paixão que você mostrou ter, vou aproveitar minhas micro-férias e assistir logo!

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho um ciúme dessa trilogia que é uma coisa, sabe? Conheci lendo sobre os livros, vi os filmes suecos, li os livros e muito depois vi o americano no fds que estreou. No geral, amei os dois filmes, mas tem coisas positivas em um e no outro. O americano é bem mais bonito, mas acho que o sueco foca muito mais na história como do livro. Prefiro a Lisbeth e o Mikhael do sueco também. Acho o relacionamento mais próximo ao que seria no livro mesmo os dois sendo relações bonitas e interessantes.

    No final, tem horas que quero ver um, horas que quero ver o outro e horas que quero ler o livro. Importante é nunca cansar.

    Queria que o autor tivesse escrito mais antes de falecer. Há boatos que teriam um quarto livro, mas ele não terminou..

    Pale September

    ResponderExcluir
  11. Sou simplesmente louca para ler os livros e assistir os filmes, mas até agora não fiz nenhum. Acho que vou assistir a versão sueca primeiro e depois a americana, porque, particularmente, eu gosto muito mais de filme europeu haha E isso é bem 8 ou 80, né? Conheço gente que fala que o filme sueco é bem melhor e gente que fala que o americano é melhor. De qualquer forma, por que não dar chance aos dois?

    ResponderExcluir
  12. Gabi,
    afff você realizou meu sonho de falar sobre a Lisbeth.
    Pena que só a conheci esse ano, e porque eu tinha visto você colocando muitas estrelinhas no Skoob, fiquei curiosa e fui ler em ebook. Me apaixonei. Loucamente pela Lisbetth, pela história. Eu que não gosto desse estilo meio policial me vi viciada pela trilogia, inclusive comprei todos para tê-los impressos e ao meu alcance.
    Não vi o filme - americano - por razões de não gostar do ator de faz Mikael, e não queria ficar com tendência a não gostar da história, enfim.

    A Lisbeth é um achado e A rainha do castelo do ar é o melhor de todos mais legal ever.
    Eu queria falar da Libeth, mas não tenho coragem. Gosto dela demais.

    Adorei teu post e vou procurar as versões suecas.
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Hahahah, rachei com o bondzado!
    Bom, eu tô pra ler e assistir ao(s) filme(s) ainda! Comprei a trilogia, mas ainda não bateu aquela vontade de: "Sim, agora estou preparada para ler essa trilogia", sabe? haha xD
    Gostei muito do teu ponto de vista e acho que vou gostar mais da versão americana também.

    Super beijo e bom domingo, moça!

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não assisti o americano, mas fiquei com vontade de ver agora.
    Eu amei o suéco! *-*

    Visita? Until We Die

    ResponderExcluir
  15. Eu estava loooooooooouca para ler os livros, daí vi o filme e achei legal, mas minha ansiedade abaixou um pouco rs. O pior de tudo é que eu ACHO que vi a versão sueca, mas assim que eu puder vou dar uma insistida <3

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
  16. Gabi, você me deixou super querendo assistir as duas versões para poder dizer qual é a melhor, mas para isso preciso ler os livros- que com certeza vão para a minha lista de "Livros que eu quero", haha. Amei♥
    Beijos!
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Nunca ouvi falar desse filme, mas confesso que fiquei com uma vontade enorme de assistir as 2 versões do filme, parece ser bem interessante!
    bjjs
    raquelmorabito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Cara... eu assisti a versão americana ano passado e fiquei chocada. É um filme MUITO bom e como tu disse, a abertura é simplesmente fudida!
    Um tempo depois fui assistir a versão sueca e bom, não terminei de ler. É simplesmente impossível não comparar os dois filmes, então desisti :/
    E quanto aos livros, ainda tenho muita vontade de ler, mas no momento a falta de dinheiro é crítica XD

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados