um blog de inspirações e expirações

13.9.13

Para conhecer: The Composites


Eu, como boa leitora, fico sempre atenta à descrição das personagens dos livros. Cabelos, idade, tamanho e estilo das roupas são coisas que eu sempre presto atenção na hora de formar aquele filminho na cabeça enquanto vou lendo. Salvo quando existe alguma adaptação para o cinema, aí eu fico imaginando com a cara dos atores que fizeram o filme. 

Falando em adaptação para cinema, sou tão apegada à descrição de personagens que estou louca da vida com o ator que escolheram para interpretar o Augustus Waters no cinema: o Gus tem olho azul e cabelo preto. Espero verdadeiramente que façam uma ótima caracterização e que esse Anselm seja um ator brilhante e muito talentoso porque senão vou pegar um bode absurdo de A Culpa é das Estrelas, e isso, olha, não pode!

Deixando minhas birras de lado, acho que Brian Joseph Davis também é bastante apegado e esses detalhes, viu? Ele criou o The Composites: um tumblr onde ele posta desenhos de personagens literários feitos com base nas descrições presentes nos livros. Ele usou vários livros conhecidos, vários que já li, alguns que estão na lista para serem lidos, e alguns que já foram inclusive adaptados para o cinema. Em cada desenho, ele posta um trechinho do livro onde aparece a descrição na qual ele se baseou.

Separei nove (números incomuns para listas em blogs <3 hahaha) exemplos para mostrar aqui.


1. Hannibal Lecter e 2. Clarice Starling

Do livro O Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris, que eu nunca li. Nem sabia que era livro, vejam vocês. Assisti o filme (The Silence of the Lambs, 1991) nos mês passado, com o Anthony Hopkins como Hannibal e Jodie Foster como a policial Clarisse Starling, e foi eles que usei como comparação abaixo.



3. Julia

Do livro 1984, de George Orwell. Li o livro recentemente e nunca vi o filme. Como a descrição fala, Julia tem o cabelo curto, mas minha mente o imaginou mais compridinho, como o da atriz Suzanna Hamilton que a interpretou no filme, de 1984 (sim, foi lançado em 1984).


4. Jack Torrance

De O Iluminado, de Stephen King. Li o livro e vi o filme, mas como eu não lembrava de nada do filme, imaginei um Jack totalmente diferente, mais atarracado e baixinho. Achei que o desenho e o Jack Nicholson, que interpretou o Jack Torrance no filme, são até meio parecidos, né?


5. Dolores “Lolita” Haze

De Lolita, Vladimir Nabokov. A Lolita dos desenhos é meio feinha, né? Na comparação abaixo, estão dois momentos da Lolita-ilustração, que muda de aparência, e as Lolitas das versões para o cinema (ainda não vi nenhuma das duas), de 1962 e 1997, respectivamente.



6. Heathcliff

De O Morro dos Ventos Uivantes, Emily Brontë. Li o livro, mas não vi nenhuma das 54878869917164998 versões para o cinema. Sempre imaginei o Heathcliff meio latino, meio espanhol, meio cigano, haha. Cabelo escuro, meio comprido na altura das orelhas. Peguei apenas três Heathcliffs das adaptações de 1970, 1992 e 2009, por razões de: são tantas adaptações, umas tem uma proposta diferente, tem uma japonesa... Deu preguiça. O ator que tem mais cara de Heathcliff é o Timothy Dalton (4ª foto), da versão de 1970. Ele parece um tio do Chuck Bass, né? HAHA. Não pretendo assistir nenhuma por motivos de: preconceito, haha. (Se alguém achar que alguma versão é boa e mereça ser assistida, me diga nos comentários). 


7. Lux Lisbon

Do lindíssimo As Virgens Suicidas, de Jeffrey Eugenides. Li o livro e imediatamente fui ver o filme (leia e veja ♥). Eu gostei do desenho da Lux, apesar de também ter imaginado ela de cabelo comprido, como caracterizaram no filme com a Kirsten Dunst. Foi o resultado que mais gostei.


8. Kevin Katchadourian

De Precisamos Falar Sobre o Kevin (Lionel Shriver). Outra vez o Kevin nesse blog, hihi. Acho que ninguém aguenta mais eu falando dele, mas vou repetir por questões de organização: li o livro e vi o filme e gostei bastante. Particularmente, não gostei do Kevin ilustrado, mas acho que é influência do Ezra Miller, que acho lindíssimo <3


9. Lisbeth Salander

Ah, Lisbeth <3 Com certeza, é uma das minhas personagens favoritas ever. Ela é protagonista da trilogia Millenium, de Stieg Larsson. Eu li os livros e vi os filmes Millenium – Os homens que não amavam as mulheres e Os Homens que Não Amavam as Mulheres, que são as adaptações americana e sueca, respectivamente (em breve comparação entre eles *-*). Usei a Rooney Mara (versão americana) como comparação porque gosto mais dela como Lisbeth, e também acho que ela condiz melhor com a descrição da personagem.


Em algum dos posts de lá vi que saiu um livro também, mas perdi e fiquei com preguiça de procurar, sorry, haha.
O que acharam? Concordam que alguns não tem nada a ver?

12 comentários:

  1. Nossa, que legal isso. Eu fico revoltada quando o personagem de um livro é retratado de forma diferente em um filme. Por exemplo, a Savannah é morena no livro Querido John. Já no filme, ela é loira; isso não me deixou assistir ao filme em paz, acredita? Toda hora eu ficava comentando "não, ela é morena!".

    Eu já assisti ao filme O Silêncio dos Inocentes e gostei muito. Não sabia do livro! Vou procurá-lo já...

    ResponderExcluir
  2. Vou ser sincera, não gostei das ilustrações dele. E nem falo no quesito ser parecido ou não, mas do traçado mesmo... sei lá, não curti. hahaha
    E sobre ACEDE, também estou com medo desse filme, assim como também estou com medo de A Menina que roubava livros. Não curti o trailer. '-'

    E o Ezra Miller de Kevin é tudo nessa vida.

    ResponderExcluir
  3. Que demais, é engraçado como a gente super imagina um personagem que estamos lendo e quando sai o filme o ator nem sempre bate com o que esperávamos.
    Curti os desenhos dele, mas como não tinha lido os livros citados fiquei um pouco confusa quanto se concordo ou não, mas abri o tumblr dele pra dar mais uma verificada. rs

    http://denovomaisumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei o tumblr. Inteligente a ideia dele.
    Irei dar os parabéns.
    Obrigado pela indicação.

    garotoimpulsivo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que Tumblr maravilhosoo. Adorei a ideia. Também fico muito chateada quando vejo uma adaptação de um livro em que as características de algum personagem não foram fiéis. Acho que o Heatcliff de O morro dos ventos uivantes (um dos meus livros favoritos) ficou bem parecido. E quando assiste uma das versões de Lolita me surpreendi, pois atriz era bem do jeitinho que eu imaginei.
    Eu até que gostei dos atores de A Culpa é das estrelas. Mas não gostei muito da escolha dos atores de Cinquenta tons de cinza. rsrs
    Ótimo post flor.
    Beijooos

    ResponderExcluir
  6. Puxa, que ideia maravilhosa!! Eu, quando inicio a leitura, a primeira coisa que faço é imaginar cada personagem, e quando vejo o filme muitas vezes não tem a ver, mas quando li 50 Tons e então li a matéria no Globo sobre os possíveis atores, logo imaginei na Alexis Bledel, e estou torcendo pra que seja ela...
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A ideia é super legal, mas achei tão estranho retratar os personagens como se fossem retratos policiais! Sabe, dos procurados, haha! Mas não desmereço o talento do artista, já que eu não desenho nem perto disso. E também estou temerosa com o ator que escolheram para o Gus: ele tem que ser MUITO talentoso pra não me fazer reparar nas diferenças! Já a menina que escolheram pra fazer a Hazel eu achei amor!

    ResponderExcluir
  8. Também sou muito atenta à descrição das personagens dos livro! :)
    Nossa, adorei a ideia dele! Alguns deles não tem nada a ver mesmo, mas adorei! :D

    ResponderExcluir
  9. Que projeto interessante! E, claro, a maioria das descrições acaba tendo pouco a ver com as escolhas de elenco para os filmes, né? Muito curioso!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Gabriela! =D
    Meu blog antigo não tá no ar mais não, expirou =/

    Achei esse tumblr muito genial! *-*
    Tem muita coisa que eu imaginei diferente também, hahaha
    Eu também sou super apegada à descrição de personagens! E gosto de tudo bem detalhadinho que é pra construir bem na minha imaginação.
    Apesar do Augustos ser realmente diferente, eu acho (e espero muito) que não tem como A Culpa é das Estrelas dar errado... Pelo clima das fotos das filmagens e pela presença constante do John Green, espero uma coisa linda <3
    O problema é que expectativa demais sempre dá errado, né, tô tentando me conter, rsrs.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Achei muito legal, porque essa mania de imaginar os personagens dos livros, por mais que seja óbvio, como o exemplo que você deu do Gus. Apesar de todas as descrições e detalhes que um livro fornece sobre as características de um personagem ele ainda sim, na nossa imaginação, se torna MUITO pessoal, cada um tem um jeito de imaginar como realmente ele seria.

    Tanto é que quando eu leio HP, eu vejo os personagens do filmes, mas com algumas diferenças, é muito pessoal. Mas ainda sim curti muito a ideia dele!

    kkk, falei muuuito!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Que legal! Minha amiga também faz isso, mas acho os dela mais bonitos: imnot12.tumblr.com :) hahahah

    Pale September

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados