um blog de inspirações e expirações

7.4.12

carta a quem ainda não me apaixonei


Ou Carta a quem ando querendo me apaixonar 
Ou Carta a quem ando querendo que se apaixone

daqui
Você me acrescentou a vontade de querer ser melhor, de me sentir melhor. De ser bonita, vaidosa e mulherzinha. De cuidar do cabelo, passar hidratante e pintar as unhas das mãos de Armadilha. De andar sempre descolada, cheirando maravilhosamente bem e usando um (ou dois) pingente bonito. De lembrar sempre de lançar mão de um detalhe que me diferencie, de usar delineador gatinho e não esquecer o sorriso na gaveta das meias. 

Você me faz querer mudar. Não por imposição, não por indiretas, não por condições. Apenas por ser assim, porque você é assim, e me faz querer andar ao seu lado. Me faz querer ficar igual a você, para que meus próprios complexos não sejam uma ameaça. Para que meu desleixo e minha chatice nunca sejam motivos para um precisamos conversar. E para que você sinta satisfação o bastante pela pessoa que sou, ao ponto de ninguém mais merecer a atenção dos seus olhos. Não, não, não é egoísmo. É vontade de ficar junto, manter você perto. É vontade de que você não seja mais alguém que eu deixei escapar. 

Eu quero que isso que temos – esse grande pedaço de nada – progrida, prossiga, cresça e se transforme em alguma coisa. De preferência bonita, para que eu possa escrever e escrever e escrever sobre nós. E eu sei que não existem fórmulas, nem regras a ser seguidas, eu sei que é coisa que só funciona se tiver um encaixe, mesmo que não haja nada em comum entre as partes. Eu não sei como se faz para essas coisas darem certo. Mas eu quero, eu espero. E se isso não for suficiente, eu invento alguma outra coisa, um verbo novo, um jeito novo de desejar e fazer acontecer do jeito que eu acredito ser o certo. 

Eu quero andar ao seu lado e que todos os meus quereres sejam recíprocos.

17 comentários:

  1. O amor.. blé. Não vou nem arriscar falar sobre isso. HAHAHAHHAHA. Só que.. eu sei bem o que é isso..

    ResponderExcluir
  2. É assim mesmo, Four! Porque mesmo a gente garantindo que não vai mudar por nada nem ninguém, eles chegam e fazem a gente querer mudar. E isso nem sempre é bom, mas também nem sempre é ruim. Desde que essência permaneça intocada, o que vem de resto é lucro. Ai, que saudade de sentir isso!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai, posso assinar seu texto? Posso. Eu quero tudo isso também! E que seja recíproco, pelo amor de Deus!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. que linda!!! gosto de ler textos assim, que resgatam essa doçura de viver.. mesmo que a vontade venha por causa de um futuro novo amor, um emprego novo ou dias pós-tpm. não importa o motivo, o que vale é a sensação que nos traz... o sorriso leve no rosto, a alma florida. faz bem! :)

    ResponderExcluir
  5. Me identifiquei muito com o primeiro paragrafo, mudei exatamente pelas mesmas razões. Agora só falta ele aparecer, e estou sempre mudando.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Como disse a Analu? posso assinar seu texto? Posso???
    Ando tão assim! Acho que bateu a louca e todas as mafiosas andam querendo alguém!
    beijo

    ResponderExcluir
  7. eu fiz um comentário gigantesco e deu erro, adoro quando isso acontece, é. mas como eu disse, isso parece carta de quem já está apaixonada, ein? ein. hum. enfim, não me sinto confortável pra falar de amor em posts que falam sobre amor de uma maneira meio desiludida, sabe, não que esse seja o caso aqui agora, mas enfim, meu desabafo, t'aí. beijos (:

    ResponderExcluir
  8. Apaixonada eu estou sempre, por alguma coisa qualquer, que seja - mas sinto falta de sentir isso por alguém. A maior felicidade que tenho hoje não se compara à maior felicidade que já tive, por amar e ser amada. Ai, ai. Delícia de texto, moça. :)

    ResponderExcluir
  9. nossa... que carta linda! espero que você possa enviar para alguém logo! ^^

    P.S. minha mãe não falava sobre a cegonha com cachecol... na verdade, minha mãe sempre foi muito clara sobre como as coisas realmente são! ehehehe!

    ResponderExcluir
  10. Ih, amor. Coisa de gente viva. Eu me identificaria com essa carta há anos. Hoje nem tanto, ou só um pouquinho. Não sei. Hoje serviu para eu comparar o que sou diante de quem amo. Sou eu mesma de um jeito menos intenso, pois meu amado não aguentaria meu ser em toda a sua extensão. Afinal, eu preciso/quero mudar sempre pra melhor. E às vezes caio no egoísmo de ser o melhor só para mim.

    Gostei tanto do teu jeito de escrever.

    ResponderExcluir
  11. Hummm..ok!
    Me sinto meio assim, confesso!

    ResponderExcluir
  12. Nós mulheres somos assim mesmo huahuahe que atire a primeira pedra aquela que nunca passou por uma situação dessas! Mas é ótimo que alguém nos mude para MELHOR ;)
    Gostei do texto =)

    ResponderExcluir
  13. uau! você não tem o namorado mas tem uma carta pronta. e não é qualquer carta, é "A" carta. eu vivo dizendo pras minhas amigas que se o cara ainda não chegou é pq ele não era o certo. faz força e pensamento positivo q ele vem! você merece sentir tudo o que o amor verdadeiro proporciona!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Independente para quem seja essa carta, voce adoraria que tudo fosse como escreveu (:

    ResponderExcluir
  15. Dona Gabriela, te indiquei para um meme mas é provável que você já tenha participado. De qualquer maneira, queria muito ver suas respostas e assim te conhecer mais um bocadinho, hihi.

    Adoro isso aqui, reitero.

    Um beijo, depois passa lá pra ver do que se trata: http://escrevacarlaescreva.blogspot.com.br/2012/04/meme-o-que.html

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo blog!
    Eu adorei e já estou seguindo!
    Quando quiser dar o ar de sua visita em meu blog ficarei muito honrada.
    http://karengabierato.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, li esse texto num tumblr (feedourminds.tumblr.com). Se ele é seu, a pessoa não deu os devidos créditos! :O

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados