um blog de inspirações e expirações

23.8.11

eu sou samara morgan

daqui

Não tenho permissão para ser feliz nessa vida. Não sei quem estipulou essa regra. Não sei nem se ela foi mesmo estipulada, mas a gente é assim mesmo... A gente quando vai passear no fundo do poço faz questão de se esfregar no lodo. Eu não me esfreguei no lodo na última visita que fiz ao fundo do poço. Só resvalei assim de leve e ficou uma fraca risca verde. Coisa tão pequena que nem vou precisar usar Ariel líquido.

Mas então, né? O fato é que fui novamente ao fundo do poço. Deve haver uma época de alta temporada e eu não me liguei nisso ainda. Eu estou em época de alta temporada: eu e meu querido fundo do poço. Todo maquiado de um lodo tão barato que me suja a cara quando vem me dar beijinho de saudação desses que paulista tem mania. 
 
 
Ao poço voltarás, pág.46

16 comentários:

  1. E eu tô quase lá também, é que aconteceu a mesma coisa comigo: da última vez eu não cheguei lá no fundo e por isso não valeu. Agora eu chego para poder mudar meu nome para Samara também.

    ResponderExcluir
  2. Samaras da vida,
    Já dizia Renato Russo:'quando tudo bestá perdido, sempre existe uma luz'
    bjoos

    ResponderExcluir
  3. Então um dia,vem uma daquelas enchentes, enche o poço e ele transborda e eu te garanto que essa água tem uma força tamanha, daquelas que fura até pedra [dito popular] quem dirá o lodo. Uma vez lavado nunca mais retornará a sua consitência primeira. Já tive minhas temporadas mas quando piora insuportalvemente é que está próxima a enchente salvadora. Bjs. Visite me.

    ResponderExcluir
  4. bola pra frente, que só a gente consegue se tirar daí, sabia?

    ResponderExcluir
  5. "Às vezes, as garotas tristes têm sorte". Acho que é poraí... Peguei esse trecho de um livro e acho que cabe aqui. Pode ser que hoje esteja ruim, mas quem sabe depois? Pode ser sorte ou só vontade. Concordo a Isadora: só a gente pode impulsionar do chão até a subida.

    Esse fictício ficou muito deprê... Espero que seja só inspiração.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  6. ai, esqueci. te passei um memê. Se quiser receber, vai lá no blog ;D

    ResponderExcluir
  7. Mas a vida é assim mesmo, como um poço. Logo alguém puxa a cordinha, e você consegue ver a vida com bons olhos novamente.
    É a ausência de luz no fundo que nos cega.
    Precisas de luz. Tente focar lá fora. Olhe o mais alto possível; quem sabe o sol não irradia essa escuridão melodramática.

    Beijo doce, ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. Aihn Gaabs... asho q nosso mundinho tem as mesmas regras! Meu fundo do poço tb tem esse lodo barato...e eu tb tow na alta temporada... cansado de tentar subir!

    ResponderExcluir
  9. Não conseguiu me ver lá ?! Estava escorregando no lodo barato, quase não consegui sair ;s
    Forças pra ti meu bem :D

    ResponderExcluir
  10. As vezes é bom ir até o fim do poço e voltar..

    uns beijos

    ResponderExcluir
  11. Sa-Mara, Mara é amarga em hebraico. vai ver é o nome...rs

    Mas eu adorei o texto, guria que isso tchê...

    Legal mesmo
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Tudo bem? Descobri o seu blog e me amarrei nos seus textos. Escrevo sobre coisas parecidas e me identifiquei bastante em seu espaço. Virei fã e estou seguindo. BEIJOS

    ResponderExcluir
  13. O Chamado é um filme do qual gosto muito. E também já tive meus (sete) dias de Samara Morgan.

    ResponderExcluir
  14. Enquanto pudermos brincar com o lodo do fundo estaremos bem.

    ResponderExcluir
  15. De vez em quando isso acontece comigo também. Principalmente durante o inferno astral.

    ResponderExcluir
  16. Mas só você consegue sair. :} Cool,

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados