um blog de inspirações e expirações

19.3.11

cloudy nº1

Então, pessoa, não sei se você já acordou como eu acordei hoje. Estou sentindo que minha cara não é de tristeza, nem de tédio. É de coque despencado. Talvez seja a solidão me murchando, mas a verdade é que fui coque despencado a semana inteira.


Você consegue ler as entrelinhas, pessoa?

31 comentários:

  1. eu gosto de coque, é o único penteado que eu sei fazer sozinha '-'

    sô iXperta, consigo ler tudo.
    (hi hi)

    beijas, paçoca :*
    <3

    ResponderExcluir
  2. Olá, adorei seu espaço. é encantador.
    vou frequentar aqui, quando puder.

    Lhe convido a conhecer meu espaço.
    www.iandeee.blogspot.com
    Um final de semana maravilhoso pra você.

    ResponderExcluir
  3. Então, não sei se sei o que te dizer!
    Talvez um coque seja melhor que um rabo, não no sentido literal, mas por aí...
    E se despencou pegue de volte, arrume, levante.

    ResponderExcluir
  4. Não acordei como você hj , deixei meus cabelos soltos e bagunçados, nem ao menos os penteei , há !

    Me follow aí http://adeusdar.blogspot.com/

    ;*

    ResponderExcluir
  5. A solidão é capaz de tantas coisas, até de fazer um coque despencar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. nossa, que saudades de passar por aqui <3 não sei como tinha me esquecido do seu blog.
    ele continua tão fofinho quando antes *-* com esses textos que me encantam e me fazem pensar.

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que amanhã começa uma semana nova, não?

    ResponderExcluir
  8. tu se expressa muito bem, quando crescer quero ser assim
    =P
    bjo flor, fica bem

    ResponderExcluir
  9. Coque despencado a semana inteira? Realmente ninguém merece, e olha que aqui fala o rabo de cavalo mais torto de todo o planeta.

    Desculpe, por um momento maliciei as entrelinhas.

    ResponderExcluir
  10. Posso estar enganado, mas se for como entendi, adorei a analogia. Beijão!

    ResponderExcluir
  11. É sempre difícil constatar situações. Não há diagnóstico pior do que confessarmos a fraqueza. Porém, reconhecer é um bom passo para poder encontrar a luz.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Que gracinha ficou o blog desde que você veio pra San Paolo E ME CONHECEU, hihihi.


    Sei ler suas entrelinhas. E sei como é se sentir coque despencado. É assim cmg também, às vezes.

    ResponderExcluir
  13. Cara de coque despencado. Vou adotar pra vida!
    haha
    beijo

    ResponderExcluir
  14. Gostei do post, um detalhe arrastado pela semana dando sinal de tanta coisa do coração...belo blog moça!

    ResponderExcluir
  15. Cara de coque despencado é a história das minhas semanas, ultimamente.

    ResponderExcluir
  16. coque despencado? haha não peguei a harmonia da coisa :P

    ResponderExcluir
  17. GENTE! 'coque despencado'... te juro que procurei por essa definição por muitos anos!

    ResponderExcluir
  18. É de coque despencado, de olhar baixo e de olhos murchos feito flor despetalada.Não há pente que ajeite, nem gel que baste. Hoje visto meu coque despencado. Amanhã, depois qualquer coisa que combine com solidão vestida de sonhos.


    beijoooo Gab'sss

    ResponderExcluir
  19. Tenho a impressão d q as pessoas nunca entendem quando falamos p elas, e quando não falamos p ninguém elas se colocam em uma posição q qualquer palavra pode atingí-las... vai entender!

    Pois é, nunca aceitei q o pequeno príncipe morreu...
    =*

    ResponderExcluir
  20. Arrume o coque. Coloque presilhas para que os fios demorem a cair. É mais fácil quando se tem algo que prende.

    ResponderExcluir
  21. Baby você não precisa de um salão de beleza, há menps beleza no salão de beleza, a sua beleza é bem maior do que qualquer beleza de qualquer salão ♪


    Tava ouvindo essa música e lembrei do seu coque despencado, vai saber por que. Espero que seu coque já esteja de pé (6)
    rs.

    beijo =*

    ResponderExcluir
  22. Ah, as entrelinhas..Essas ditas que nos entregam, mesmo quando não deviam. Ou principalmente quando não. A verdade é que depois de despencado, o coque cai. O cabelo se liberta de forma qualquer. E pode voltar ao topo, em forma de rabo de cavalo hahaha
    Beijo, flor!

    ResponderExcluir
  23. Oi, florzinha.. d. = Deh ^^
    Mudei de novo, não sei porque essa efemeridade toda, mas enfim, acho que é definitivo.

    E, ah, eu sou muito boa de entrelinhas, visse? xD

    ResponderExcluir
  24. tava com saudade de retribuir visitas.

    eu to feito tu, de coque, cara, cabeça, toda despencada, n sei se entendi, mas se for isso, é isso.rs

    ResponderExcluir
  25. é, tem vezes que fico assim também. não é tédio, nem tristesa. acho que é só cansaso de tudo e todos, da rotina, das pessoas, dos lugares...
    beijos!

    ResponderExcluir
  26. Sei muito bem como se sente.. A sensação de nada dar certo pra você e pros outros sempre ser mais fácil. Desculpe se não foi isso o que quiseste passar, mas na literatura é isso que é legal, cada leitor entende de uma forma por isso existem mil maneiras de se usar e se entender as palavras. Adorei seu blog.

    ResponderExcluir
  27. Adorei,temosq ue começar a nos importar com a gente em primeiro lugar e os outros que se danem! Parabéns por se sentir bem!

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados