um blog de inspirações e expirações

3.1.10

417 dias acastanhados

Não sei bem onde foram parar aqueles olhos. Estavam aqui e quando pisquei, eles sumiram. Vivi 417 dias respirando a cor acastanhada daqueles olhos, que - nossa!-, me faziam parar por breves segundos. Eu ficava morna, quieta, sem pensamento nenhum, e de repente, era como se alguém me desse um choque quase invisível, sei lá, 10 volts. Parecia mais um beliscão. E não estavam mais ali, me olhando como faziam quando a gente conversava e o assunto acabava. A gente se olhava, até eu ficar com vergonha. E depois risos e depois abraços. Aqueles olhos afobados que falavam quadrados verdes e círculos amarelos: tudo meio torto, sem sentido, mas de uma maneira encantadoramente única. Foi o que me fez estacionar ali.
Mas sumiram. Lembro que lá pelos 363 dias, os olhos começaram a piscar com mais frequência, e a gente não ficava mais se olhando. É porque tinha acabado. Choro meu. Raiva minha. Choro meu. Compreensão minha. 417 dias com aqueles olhos. Dia sim, dia não, sumiam e voltavam, me davam um puxão nos cabelos para então sumirem novamente. Até o dia em que não voltaram mais.


•UPDATE:
A inspiração foi 500 dias com Summer (assisti esses dias). Adorei que algumas pessoas perceberam.

30 comentários:

  1. Lembrou-me um pouco do filme 500 dia scom ela. Foram 417 dias com aqueles olhos, haverão outros.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. E será que voltam algum dia?

    Lindo texto *-*

    ResponderExcluir
  3. da próxima vez dê um jeito de piscar menos (:

    beijas gabi ;*

    ResponderExcluir
  4. yup, é a musica dos beatles que tá a tocar no perfil :)
    hm nao sei, talvez seja a mesma, ela é portuguesa mas o blog dela não tem esse nome, mas pode ser que já tenha tido.
    ahah obrigada :D

    ResponderExcluir
  5. Beleza. Belezaaaaaaaaa.

    Sempre com uma sensibilidade gostosa de se ler. E esses olhos, como estão agora? Ainda tornam a te olhar?

    Abraços. =)

    ResponderExcluir
  6. Me lembrou o filme 5oo Days Of Summer.
    Belo texto!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. 417 é um numero claustrfóbico...como seu texto

    ResponderExcluir
  8. ando ansiosa para ver esse filme :3
    nop, nao é a mesma xD nao faço ideia se existem, mas esta maryjane que conheço é so de nickname.
    :)

    ResponderExcluir
  9. Parece que tudo segue a mesma linha, atenua o amor, atenua a fumaça. Fica só o fio translúcido e adelgaçado da lembrança.

    Gosto de ler textos que parecem individualistas - e o são -. 417 dias? Um número qualquer? Ou um pouco de história?

    abraços raros.

    ResponderExcluir
  10. eu penso em continuar e dar um final feliz para a história, só não sei como fazer ;~

    e eu fico feliz com seus comentários *-*

    pois é, como eu já disse no recado: sou compulsiva ;x às vezes posto três coisas seguidas ou então posto todos os dias. a minha intenção era ter 365 postagens, mas acho que me empolguei um pouquinho ._.
    sim, eu trabalho/estudo/durmo e ainda tenho tempo pra postar '-'

    beijas beijas gabi ;*

    ResponderExcluir
  11. Ai... Que esses olhos se encontrem novamente em uma esquina qualquer.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ah, esqueci: Tbm sou de PE, mas nunca tinha ouvido falar na sua cidade. Que coisa, né...

    =D

    ResponderExcluir
  13. Os dias de um romance sempre passam tão rápido.

    ResponderExcluir
  14. Nossa, doeu tanto que nem sei o que dizer. Acho que doeu pela angústia de um dia ver meus olhos castanhos sumirem também, mas talvez seja porque lá no fundo a gente sempre carregue esse vazio agudo e basta alguém traduzir isso pra essa dorzinha incomodar.


    Lindo demais!

    ResponderExcluir
  15. Lindo texto, Gabi. E triste também. Não me vejo sem esses olhos, morreria se estes sumissem.

    ResponderExcluir
  16. Pode ser que os olhos tenham se fechado por um tempo. Ou que realmente tenham desaparecido para sempre.
    De qualquer forma, poder mantê-los brilhantes em suas lembranças já é algo digno de agradecimento.
    Afinal, 417 dias é um número deveras significativo.
    Sempre amo tudo por aqui.
    Você tem o dom, querida.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  17. Tenho certeza que um dia eles voltam! Não iriam te abandonar assim! :)

    beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Que lindo! Esse tipo de texto sempre me faz sentir coisas.
    E acho que de tanto falarem, vou acabar assistindo esse 500 Days of Summer ;)
    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. pois é, mas ha que seguir em frente e traçar novos objectivos :)

    ResponderExcluir
  20. que lindo, já disse eu simplesmente me apaixono pelas coisas que escreves? muito, muito perfeito mesmo

    ResponderExcluir
  21. Gabi,

    esse texto seu foi tão... bonito. Eu aposto muito na sua escrita, sabe? Acho que você tem umas sutilezas, umas sacadas que diferenciam suas palavras de quaisquer outras. Continua escrevendo sempre, promete? rs.

    Ah, uma coisa. Isso de falar de olhos, me lembrou Machado. E me inspirou.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. bom, 10 volts não chega a ser um beliscão. Aquelas baterias retangulares são de 9v. A não ser que você coloque a bateria na sua língua, aí você vai serntir um choquinho (é, eu já fiz isso) jaIjaI
    bjs

    ResponderExcluir
  23. Quando comecei a ler já fiz a comparação com o filme 500 dias com ela, que eu amei. E coloquei até uma imagem recentemente do filme no meu blog.

    Adoro a idéia de ter filmes como inspiração, eles nos mostram, nos ensinam e muitas vezes nos leem de forma incrível.

    Sempre sinto uns puxões de cabelo de um certo par olhos, confesso! texto lindo =*

    ResponderExcluir
  24. Gosto de textos assim, meio enigmáticos. A magia está nisso.

    De fato é muito lindo. A sutileza apaixonante que você utiliza. Realmente fascina.

    Lindo mesmo.

    Existem uns olhos que jamais voltaram pra mim também...

    É uma pena.

    Beijos
    :)

    ResponderExcluir
  25. isso aí, entendeu muito bem. e eu também, te entendi - penso.

    ResponderExcluir
  26. amo filmes como inspiração.
    texto massa.
    amo a sensibilidade!

    Beijoo Gabi

    ResponderExcluir
  27. Eu fico pensando que foi melhor assim. Os olhos se foram antes do desgaste, antes das lembranças boas serem ofuscadas pelas novas lembranças ruins. Vai ficar a saudade, mas saudade é bom também...

    ResponderExcluir
  28. Felizmente tenho os olhinhos que tanto quero perto de mim.
    Bjitos!

    ResponderExcluir

♥ Você pode comentar usando apenas seu Nome e Url: selecione a opção no menu suspenso "comentar como".

♥ Alguns comentários podem não ser aceitos, dependendo do cunho da mensagem. Seja gentil na blogosfera.

Obrigada por comentar. Sua visita e opinião são importantes para mim.
Volte sempre!

 
© 2009 - 2016 . todos os direitos reservados